Rock Barba Marketing 
Rua Raynoldo Morbis N°70 - Cajuru - CEP 82980-010 - Curitiba - Pr.
(41) 985178817
Buscar
  • Rock Barba

O que é Marketing de Oportunidade, como aplicar!

O Marketing de Oportunidade tem como foco a criação de conteúdos, estratégias e campanhas inspirados em datas, acontecimentos e tendências do momento. Além de aumentar o buzz em torno das marcas, essa é uma maneira inteligente para empresas de todos os segmentos se inserirem no universo do seu público!


A busca por oportunidades é uma das maiores essências do Marketing, seja no desenvolvimento de negócios, seja na divulgação de marcas e produtos.

Entretanto, quando nos restringimos à comunicação e ao relacionamento com o cliente, estar atento ao cenário em que a sua empresa se encontra pode ajudar sua marca a conquistar muito mais consumidores e com pouquíssimo investimento!

Não há canais ou mídias definidas para o Marketing de Oportunidade ― neste caso, a criatividade é, de fato, o limite ―, no entanto, são as redes sociais que estão trazendo um novo olhar sobre esse conceito: pela primeira vez, marcas e clientes conversam como amigos (e com direito a provocações, memes e muito bom humor)!

É claro que tudo isso só funciona a partir de um bom planejamento. Pecar no tom e na linguagem pode ser fatal em qualquer empreendimento, e discutimos tudo isso neste artigo. Veja os tópicos que preparamos.


  • O que é Marketing de Oportunidade?

  • Qual é o principal objetivo dessa estratégia?

  • Qual a importância e as vantagens desse investimento?

  • Como aplicar o Marketing de Oportunidade?

  • Quais erros devem ser evitados?

  • Em quem posso me inspirar?


Continue conosco para conferir todos os detalhes dessa estratégia e se inspirar com alguns cases de sucesso incríveis! Boa leitura!


O que é Marketing de Oportunidade?


Qualquer empresa que se beneficie de uma data comemorativa, de uma celebração cultural, de um acontecimento da atualidade, uma tendência ou até mesmo uma ação da concorrência, está realizando o Marketing de Oportunidade.

Sendo assim, podemos observar essa estratégia sendo trabalhada em diferentes formatos e cenários:

  • campanhas de Natal, Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados etc;

  • campanhas extraordinárias criadas em resposta a reportagens, entrevistas, estudos, tendências, acontecimentos e programas de entretenimento da atualidade;

  • campanhas de resposta para ações, propostas, ou alegações da concorrência;

  • ofertas que usam como gancho pesquisas ou reportagens exibidas em revistas, jornais, blogs ou programas de TV;

  • interação espontânea com consumidores por meio dos canais de atendimento e divulgação, como telefone, e-mail marketing e redes sociais.

Todas essas ações precisam ser entendidas pelo público como algo oportuno, isto é, um posicionamento, interação ou conversa propícia para o momento.

Muitas dessas iniciativas, porém, já estão bem consolidadas no mercado e, por isso, a criatividade e a espontaneidade são ingredientes muito importantes para as empresas que desejam se destacar.


Qual é o principal objetivo dessa estratégia?


A proposta do Marketing de Oportunidade é atrelar um produto, serviço, marca ou empresa a algum elemento de destaque da atualidade. É, portanto, uma maneira interessante de trazer atenção para o negócio, promover suas ideias e aumentar o engajamento dos consumidores.

Entretanto, tendo em vista o comportamento antenado e interativo dos consumidores modernos, as empresas têm muito a ganhar indo além disso. Simplesmente inserir a sua empresa e seus produtos nos festejos e assuntos do momento não é o suficiente, é preciso criar meios de dialogar e conectar o cliente com a marca.

Nessa direção, somente com um trabalho muito bem acertado em linguagem e pesquisa, dois pilares do Marketing de Conteúdo, é que as empresas são capazes de gerar resultados satisfatórios. Seu planejamento, portanto, jamais deve ser negligenciado.


Qual a importância e as vantagens desse investimento?


O Marketing de Oportunidade sempre teve destaque nas ações de comunicação das empresas, mas seu impacto vem aumentando com a popularização das mídias sociais e a presença cada vez mais forte das marcas nas buscas, canais, páginas e perfis dessas plataformas.

O grande diferencial, porém, está na aproximação gerada nesses ambientes. Por meio de posts frequentes, campanhas patrocinadas e, principalmente, a interação ativa com os usuários ― constantemente conectados em seus smartphones ―, as organizações estão passando a fazer parte da rotina dos seus consumidores.

Esse cenário é muito favorável para ações de Branding, relacionamento e fidelização, e, entre as suas principais vantagens, podemos citar alguns pontos interessantes que se aplicam à organizações de todos os tipos e tamanhos. Veja só!


Instantaneidade


Também podemos enxergar essas práticas como janelas de oportunidades para os negócios, muitas delas imprevisíveis e disponíveis por períodos muito estreitos.

Isso exige que as empresas mantenham-se em constante alerta e, também, adotem uma postura ativa diante dos acontecimentos que circundam os seus ideais e operações.

A grande questão, porém, está na instantaneidade dos assuntos e conteúdos virais da atualidade. A informação tem um caráter muito fluido e dinâmico nos dias de hoje, e nesse cenário o Marketing de Oportunidade pode funcionar como uma ótimo meio de alavancagem.


Alcance


Outra característica que merece ser destaca nas mídias atuais é alcance dos conteúdos publicados. Foi-se o tempo em que era necessário aplicar demasiado esforço e dinheiro para atingir um grande público, e as redes sociais e mecanismos de pesquisa são os principais protagonistas dessa nova dinâmica de distribuição da informação.

Essa vantagem, porém, deve ser trabalhada com muita cautela. A exposição de uma empresa após uma campanha de Marketing de Oportunidade pode ser muito grande, e caso a mensagem promovida não seja bem-aceita pelo público, largos investimentos em recuperação de marca poderão ser necessários.


Custo-benefício


Existem ações de Marketing de Oportunidade que se resumem a uma simples postagem ou serviço de atendimento diferenciado, o que torna essa prática um poderoso instrumento de “guerrilha” para as organizações que contam com recursos limitados.

Entretanto, isso não é uma regra. Há, também, campanhas de enorme complexidade que demandam acordos com concorrentes, contratos e grandes investimentos em divulgação, infraestrutura e, consequentemente, dinheiro.


Engajamento


O fortalecimento do engajamento é um dos retornos mais esperados pelas empresas ao adotarem esse tipo de estratégia, e na maioria das vezes esse resultado é percebido segundos após a divulgação de um conteúdo nas redes sociais.

Vale lembrar que os algorítimos da maioria das plataformas direcionam seus usuários para tópicos, páginas ou postagens com maior engajamento, portanto, essa é realmente uma maneira muito eficiente de não só instigar os seus seguidores, como também atrair novas pessoas e, naturalmente, conquistar mais leads e clientes.


Como aplicar o Marketing de Oportunidade?


No Marketing Digital, fala-se muito sobre a importância de conhecer o seu público, mas se há algo que as empresas bem-sucedidas do presente realmente nos ensinam é que para ter sucesso em um mercado é preciso mergulhar de cabeça no universo dos seus consumidores.

Dessa forma, o primeiro passo para começar a aproveitar essas oportunidades é estar em dia com a “receita de bolo” das estratégias de sucesso:

  • estudar o seu público constantemente: avaliar a satisfação de clientes, recolher feedbacks, analisar o comportamento dos seus seguidores nas redes sociais e outros canais etc;

  • acompanhar as mudanças do mercado: se informar sobre tendências, pesquisas e ferramentas utilizadas no momento;

  • analisar a concorrência: acompanhar as ações realizadas por concorrentes diretos e indiretos, bem como a resposta do público em relação a elas.

Considerando especificamente o Marketing de Oportunidade, no entanto, podemos citar algumas outras iniciativas importantes. Confira.


Falar a língua do seu público


Se há um critério que você precisa lidar com muito rigor nessa estratégia é linguagem, seja no atendimento ao cliente, seja nas campanhas.

Se queremos, de fato, estabelecer uma linha de comunicação com as pessoas, de nada adianta criar materiais belíssimos se eles não são bem-aceitos ou compreendidos pelo público para o qual eles se destinam.

É preciso entrar em sintonia com o público, o que, em termos práticos, significa incorporar a postura, a linguagem e os acessórios utilizados por sua persona. Se a sua audiência é predominantemente jovem, por exemplo, vale apostar em memes, gírias e assuntos de interesse dessa faixa etária (mas com parcimônia).

Por outro lado, se a sua marca dialoga com um público mais conservador ou restrito, pode ser preferível manter um tom mais formal. Tudo dependerá do perfil dos seus consumidores e do tipo de posicionamento que a sua marca pretende adotar.


Criar presença nas redes sociais


Você não precisa esperar sentado por uma deixa para se aproximar do seu público, isso, inclusive, é um grande erro. Se a sua empresa se manifesta apenas diante de oportunidades de promoção, as pessoas podem interpretar as suas ações como mero oportunismo.

Em vez disso, procure interagir com a sua audiência o quanto antes e mantenha-se presente, inclusive nos períodos de menor engajamento. Crie expectativa nas pessoas, faça com que elas fiquem ansiosas por novas postagens, comentários e campanhas promovidas por sua marca.


Acompanhar as atualidades


De que maneira você espera identificar janelas de oportunidade se não ficando por dentro dos principais acontecimentos do país, do entretenimento e do mercado?

Em outras palavras, isso significa que a sua empresa deve ser antenada, ou seja, ficar de olho em tudo o que acontece em torno das suas práticas, seu público e seus ideais, sempre destacando os aspectos mais relevantes para sua audiência e seus negócios.


Definir uma equipe especializada


Como você vê, esse trabalho exige estudo e monitoramento contínuos, o que, por si só, já é uma tarefa que demanda muita dedicação.

Dessa forma, contar com uma equipe ou empresa especializada nesse tipo de comunicação pode ser muito útil, principalmente quando analisamos essa prática sob um ponto de vista operacional.

O caráter espontâneo do Marketing de Oportunidade muitas vezes exige que as empresas apresentem materiais e resultados dentro de prazos muito curtos.

Por isso, a disponibilidade de profissionais especializados diante de qualquer oportunidade detectada pode fazer toda a diferença no desempenho da estratégia.


Quais erros devem ser evitados?


A maior vantagem do Marketing de Oportunidade está no seu potencial de trazer os holofotes da mídia para a sua marca. Entretanto, podemos dizer que esse também é o seu ponto fraco, pois as responsabilidades envolvidas são muito grandes e é válido dizer que alguns erros são intoleráveis.

Entre os maiores equívocos cometidos pelas empresas na adoção dessas estratégias, podemos citar os principais – e que a sua marca não deve cometer jamais!


Falhas na linguagem


Como dito, a linguagem é um fator muito sensível nesse tipo de comunicação. Basta que alguns elementos sejam utilizados ou não em suas ações para que a interpretação do público mude completamente.

Sendo assim, selecione (com muita cautela) os recursos e elementos que, de fato, fazem sentido para a sua audiência e, se possível, providencie testes com pequenas postagens ou comentários em períodos menos agitados


Pouco direcionamento


Não adianta pulverizar imagens, posts e mensagens motivacionais em todas as datas comemorativas do ano. Seu conteúdo precisa ser relevante!

Não permita que a sua audiência se acostume com manifestações repetitivas e impessoais. Adote uma postura humanizada em suas interações e foque a sua criatividade e seus esforços em temas e celebrações que realmente fazem parte do universo da sua persona.


Trabalhar temas polêmicos de maneira inapropriada


Há uma peculiaridade no comportamento das pessoas na atualidade que precisa ser contemplado no planejamento das campanhas: a polarização, um fenômeno que se manifesta frequentemente nas redes sociais.

Nesse cenário, é preciso analisar com muito cuidado os assuntos tratados e o posicionamento adotado pelas marcas, principalmente quando abordamos temas naturalmente polêmicos como política, religião, ciência e lutas sociais.

Esse rigor vale para os diferentes formatos de conteúdo utilizados em suas campanhas: textos, imagens, fotografias ou vídeos.


Apelar para mentiras e desrespeito


O Marketing e a Publicidade estão repletos de gafes polêmicas, muitas delas evitáveis com um simples trabalho de pesquisa e revisão. Entretanto, se há algo que realmente é capaz de manchar a reputação da sua marca são as mentiras e o desrespeito.

Analise, portanto, o impacto da sua comunicação em diferentes esferas da sociedade e certifique-se de que seu conteúdo contempla a diversidade, as concepções e os valores de diferentes grupos da sociedade.

Quanto às campanhas dirigidas à concorrência, todos esses cuidados também devem ser tomados e, de forma alguma, uma empresa deve recorrer a mentiras e boatos.

Expor outras marcas em suas campanhas sem autorização é crime, e diante de tais circunstâncias, as penalidades podem ser ainda maiores.


Em quem posso me inspirar?


Para fechar este conteúdo com chave de ouro, trazemos alguns cases de Marketing de Oportunidade que podem inspirar no desenvolvimento de suas próximas campanhas. Confira!

Giraffas: nós aceitamos

Burger King e McDonald’s são antigas rivais do setor alimentício, mas sempre lidaram com essa “briga” com muito bom humor. Em 2015, por exemplo, em uma campanha pelo Dia Mundial da Paz, o Burger King pediu uma trégua ao seu principal concorrente e fez um convite para uma parceria.

A ideia era o unir os dois sanduíches mais populares de ambas as marcas em uma edição especial que aguçou as expectativas dos clientes, mas o McDonald’s acabou desistindo da proposta. Foi ai que a rede Giraffas resolveu entrar na história, que, por sinal, já estava dando o que falar no mundo todo.


A dobradinha de Marketing de Oportunidade fez um enorme sucesso nas redes sociais!


Nubank e Belinha


A fintech queridinha do Brasil sempre soube aproveitar muito bem as oportunidades que batem à sua porta.

A empresa já deu várias lições ao mercado, provando que um trabalho de relacionamento de qualidade aliado a um serviço de atendimento pra lá de humanizado pode trazer resultados muito mais sólidos do que fortunas aplicadas em publicidade.

Um dos episódios mais icônicos da marca foi o case da Belinha, uma cadelinha que, em 2016, havia mastigado o cartão crédito — o famoso roxinho — de um dos seus clientes, o Walter, que relatou todo o ocorrido ao atendimento da empresa.

Diante da situação inusitada, a equipe da Nubank não apenas enviou um novo cartão, como também um brinquedo para a Belinha e uma carta escrita a mão na qual a atendente se refere à cadela como “Catiora” em referência à página Catioro Reflexivo que fazia muito sucesso na época.

A história, claro, logo foi parar em um post no Facebook que viralizou e acabou parando em reportagens de diversas revistas e jornais do país.


Observe que o Marketing de Oportunidade pode ser usado em diferentes esferas do negócio, inclusive no atendimento ao cliente.


Mc Donald’s e o Sundae & Junior


Aproveitando a enorme repercussão da turnê comemorativa da dupla Sandy & Junior, o Mc Donald’s resolveu entrar na onda com um combo especial.


Mais simples e criativo impossível, não acha?

Esses e vários outros exemplos do mercado deixam claro que o verdadeiro segredo do Marketing de Oportunidade é fazer com que as marcas entrem na conversa dos seus consumidores.

Seja por meio de campanhas grandiosas, seja apostando na simplicidade, o que realmente garante o sucesso nesse caso é o diálogo positivo com a sua audiência.

Gostou de conhecer melhor essa estratégia? Que tal conferir outras práticas para caprichar no desenvolvimento, na gestão e na divulgação do seu negócio? Continue conosco e confira agora os principais tipos de Marketing do mercado!  

0 visualização
02-avatar.png